Que Doce Paz
jul 21

Que Doce Paz

Paz, acredito ser o que todos desejam. Mesmo vivendo uma vida aparentemente sem grandes problemas, seja de qual ordem for, no fundo todos anelam viver a verdadeira paz. Você e eu sabemos de onde vem esta paz, ela começa a ser conhecida pelas palavras proferidas pelo nosso Senhor Jesus Cristo, “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo” (João 14:27). Cada ser humano deseja esta paz, mas ela só pode ser experimentada quando temos uma experiência profunda e verdadeira com Jesus. Ela começa de dentro para fora, e não o contrário, pois não são as circunstâncias boas da vida que poderão fazer brotar em nossa alma a paz que extrapola a lógica humana (Fp 4:7). Essa paz faz com que nossa alma se aquiete mesmo quando tudo está escuro e frio. Será que você conhece essa paz? Quando o dia difícil chegar observe você mesmo.

Nesse quase um ano que estamos fora da nossa zona de conforto (Brasil, família, amigos, igreja, comida brasileira, etc), é isso que Deus tem nos ensinado, viver a sua paz, não da boca pra fora, mas de dentro da alma pra fora, experimentar coisas jamais experimentadas, viver momentos que possibilitam vivenciar esta doce paz. Mas é preciso crer, confiar nas palavras ditas por Jesus àqueles homens a tanto tempo atrás, é preciso aguentar firme e não ceder ao medo, não ceder aos inconvenientes da vida, não ceder a voz do mundo. É preciso escolher de que lado vamos ficar, do lado daquele que sempre diz a verdade ou das falsas promessas que tentam roubar de nós a verdadeira paz. É verdade, os dias são maus e difíceis e, infelizmente não vemos mudança para melhor. Não vemos o amor aumentando entre nós, não vejo a honestidade sendo ensinada, não vejo a miséria e a injustiça sendo eliminadas do nosso meio, não, não vemos nada disso, é realmente frustrante. Mas e então? Bem, escute de novo “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá”, disse Jesus. São nestas palavras que é preciso investir tudo o que temos e tudo o que somos, e nada mais. É isso que tenho feito nesses últimos meses como nunca fiz antes.

Por muitas vezes meu espirito se perturbou dentro de mim, senti minha alma gemer, dias onde me via numa rua sem encontrar a saída e não tinha ideia alguma do que fazer. Nessa caminhada experimentei e tenho experimentado muita coisa, a solidão foi uma delas. Precisei olhar para a cruz como quem “aperta” os olhos para poder ver melhor algo que está um pouco distante ao alcance da vista. Olhei com paciência e me lembrava daquelas palavras: “estarei sempre com você” (Mt 28:20), e voilá, a paz foi regada em minha alma. Então quando ouço uma má notícia, eu preciso me lembrar de novo que a paz de Cristo está segurando minha mão, ela me leva para o outro lado da rua, ela me faz atravessar qualquer rota difícil e incerta.

Minha irmã e meu irmão, nós vivemos uma vida definitivamente incerta, o controle, decididamente não está em nossas mãos, o controle que achamos que temos escorre das nossas mãos como água. Mesmo você com tudo o que está a sua volta que pode lhe prometer alguma segurança, como também eu e minha família, estrangeiros num país distante lutando por obediência a voz do Senhor, para servi-lo lhe dando tudo o que temos. Veja, não há nada de “magico” nisso, apenas fé genuína e confiança plena em palavras que são verdadeiras e que foram ditas por alguém plenamente capaz de cumprir o que diz.

A verdade é que sempre teremos desafios à nossa frente, a caminhada irá durar até chegarmos às portas da eternidade. Uma fase do nosso ministério na França foi finalizado e a base para a língua foi plantada, agora seguimos para novos desafios, passar um tempo de imersão cultural numa igreja local. Vamos dar o nosso melhor para que o nome do Senhor seja glorificado. Esse é o tempo que estamos vendo; o próximo passo? Bem, eu não sei, mas você pode perguntar ao Senhor. Mas de uma coisa eu sei, a Sua paz nos acompanhará mesmo se más ou boas notícias cheguem, pois estamos em paz, na paz que Jesus nos deu.

Se você puder ore por nós, não precisa de muita coisa, peça ao Senhor para nos ajudar a ficar firmes. Lembre-se sempre de nós em suas orações. Se você quiser saber algo mais ou do que estamos precisando, basta perguntar.

 

O próprio Senhor da paz lhes dê a paz em todo o
tempo e de todas as formas. O Senhor seja com todos vocês.

2 Tessalonicenses 3:16

 

Pr. Joel Morais

Missionário na França

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *